Novo Canal No Youtube

•dezembro 26, 2012 • Deixe um comentário

Olá galera,

Me mudei para um Canal no Youtube, assistam os videos e digam o que acham. Estou querendo adicionar muita coisa lá mas ainda tou sem direção.

https://www.youtube.com/user/XniperW0lf/featured

Aguardo voces lá

Castlevania: Portrait of Ruin

•julho 10, 2010 • 1 Comentário


Título:
Castlevania: Portrait of Ruin
Gênero: [Aventura] [Ação] [RPG]
Lançamento: 16/11/2006
Desenvolvedores: Konami
Plataformas: Nintendo DS

E lá vamos nós novamente para dentro do castelo de dracula enfrentar o mal que está por vir. Em PoR a trama se envolve apenas nisso, novamente o senhor das trevas está

O sistema de disponibilização de informação melhorou um pouco comparado com seu antecessor Castlavania: Dawn of Sorrow, foi adicionado um sistema dinamico informando a raridade dos drops dos inimigos, ficou muito bom e simples de entender. Outro fator bem interessante foi que dessa vez alem do castelo existem outros mapas a serem explorados.

Dentro do castelo de dracula existem algumas pinturas que levam o jogador para outros mundos. Essa ideia ficou bem legal e encaixou muito bem ao jogo.

Desistiram do sistema “forçado” em usar o stylus (canetinha) o que deixou o jogo mais divertido e simples. =]

Gameplay: 7,5
Gráficos: 8,0
Sons: 7,5
Jogabilidade: 7,0
Enredo: 7,0
Total: 7,5

Fullmetal Alchemist

•junho 16, 2010 • Deixe um comentário

Título: Fullmetal Alchemist
Formato: Série/Mangá
Episódios: 51
Gênero: [Aventura] [Fantasia Cientifica] [Steampunk]
Lançado em: 04/10/2003
Estúdio: Bones

“Humankind cannot gain anything without first giving something
in return… To obtain something of equal value must be lost.” – Alphonse

Essa série trata uma temática bem interessante, um mundo onde a alquimia evoluiu muito mais que as outras ciencias e por isso, o mundo é totalmente diferente e enigmático. Os protagonistas dessa série são os irmãos Elric, Alphonse e Edward. Ambos são garotos de 13 e 14 anos que depois de tentarem fazer um ritual de alquimia proibido Alphonse perde seu corpo e Edward perde um braço e uma perna.

Armstrong definitivamente é o meu personagem preferido.

Depois dessa má experiência, ambos vão em busca da pedra filosofal, uma pedra que seria capaz de ignorar a lei de equivalência, uma lei que significa: “A humanidade não pode ganhar nada sem dar algo em troca…para obter algo, deve-se perder algo com o mesmo valor.”.

Muito interessante a história, bem fantasiosa mas mesmo assim sem fugir de sua temática. Os personagens definitivamente são um ponto forte, muito divertidos e intrigantes.

A trilha sonora infelizmente não acompanha o ritmo do anime e praticamente fica despercebivel ao longo do anime, diferente da qualidade dos desenhos onde em nenhum momento se perde ou deixa a desejar.

Um ótimo trabalho resultou em um ótimo anime. 51 episódios que eu não esperava acabar tão rapido. Recomendo.

Historia: 9
Personagens: 8
Trilha Sonora: 7
Arte: 8
Média: 8

Castlevania: Dawn of Sorrow

•junho 11, 2010 • 1 Comentário


Título:
Castlevania: Dawn of Sorrow
Gênero: [Aventura] [Ação] [RPG]
Lançamento: 25/08/2005
Desenvolvedores: Konami
Plataformas: Nintendo DS

But if it weren’t for me, none of this would have happened! – Soma Cruz

Para quem jogou o Aria of Sorrow do GBA, não vai se decepcionar com o DoS. Agora a arte é feita em uma inspiração Animê o que fez perder um pouco o ambiente gótico de antes.

Nesse titulo, Soma Cruz se depara em uma situação muito delicada onde ele deve ir no castelo de dracula para evitar a nova aparição do lorde das trevas com ajuda de um caçador de vampiros da familia dos Belmont.

Na tela de cima fica o status do personagem e dos inimigos ou o mapa do castelo. Já na tela de baixo fica toda a ação.

O jogo é bem divertido, e usa um sistema de grind para manter os jogadores friccionados. O fator replay se baseia simplesmente em pegar todos os espiritos e uma feature que desde Synphony of the night já existe, jogar o mesmo jogo mas com outros personagens, um atrativo já que vc pode jogar até com 3 personagens ao mesmo tempo.

A história e jogo se desenrolam muito bem as sprites mais uma vez de ótima qualidade. A Konami não diminuiu a qualidade, com o tempo eles sempre melhoraram cada vez mais sua engine. Esse titulo foi o primeiro para DS, mas não decepcionou quem estava aguardando, tirando a arte que foi totalmente criticada pelos fãs.

Gameplay: 8,0
Gráficos: 8,0
Sons: 8,0
Jogabilidade: 8,0
Enredo: 8,5
Total: 8,1

Mary and Max

•junho 5, 2010 • Deixe um comentário

“You are my best friend. You are my only friend” – Max

Mary and Max, uma animação em stop motion escrita e dirigida por Adam Elliot, usando uma narrativa bem divertida conta a historia sobre amisade entre dois amigos incomuns: Mary, uma solitaria, garota de 8 anos que vive nos suburbios de Melbourne, e Max um quarentão obeso que vive em Nova York.

Dublado por Philip Seymour Hoffman e Toni Collet, não deixa a desejar e supre todas as expectativas. Principalmente Philip que dubla Max, conseguiu fazer um ótimo trabalho.

Essa animação é muito divertida e curiosa, a cada momento a história se torna mais profunda e de repente vc apenas quer saber qual vai ser o próximo passo da história.

Recomendo a todos, um ótimo filme e bem diferente do que vemos por aí.

Afastamento.

•março 5, 2010 • Deixe um comentário

Olá galera, estou me afastando um pouco do The Rater por motivos de trabalho. Caso tenham interesse em ler review, noticias ou artigos sobre jogos antigos visitem phoenixdown.com.br.

Quando tiver tempo ou caso tenham vontade de ler algum review sobre um jogo especifico, postem opiniões. Até! o//

Elite Beat Agents

•fevereiro 1, 2010 • 1 Comentário

Título: Elite Beat Agents
Gênero: [Musical] [Ritmo]
Lançamento: 06/11/2006
Desenvolvedores: iNiS
Plataformas: Nintendo DS

“Agents are… GO!” – Comandante Kahn

Se já não bastasse uma listagem de jogos de ritmo a iNiS consegue superar as expectativas e traz algo novo para e bem humorado para os fãs desse gênero.

E.B.A. se trata de uma organização que tem como objetivo ajudar pessoas desesperadas a conseguirem o impossível. O método que eles usam, apesar de um pouco ortodoxo, é cantar e dançar. Os agentes não ajudam diretamente as pessoas, mas ao dançar e cantar elevam a moral do povão, o que acabam conseguindo superar suas dificuldades e vencer seus desafios.

O jogo simplifica sua jogabilidade em simples cliques na tela em pequenos alvos, deslizar a stylus em uma área e rodar uma roleta. Com isso o jogador faz com que os agentes dancem e consigam elevar a moral de seus protegidos.

A mecânica do jogo funciona bem simples em que de acordo com o desempenho do jogador a historia se desenrola bem ou para mal. As historias tem três possíveis finais, onde um é perdendo, as ultimas duas depende de quantas sessões o jogador passou, caso tenha passado em todas, ele recebe o melhor final, no caso contrario apenas um final satisfatório.

O áudio é um marco no jogo, com uma lista de musicas excepcional e divertida, eleva o fator replay aos extremos. Uma pena que as musicas são todas cover, mas isso não deixa a qualidade cair.

Durante o jogo os desesperados são vítimas da má sorte, de filhos do vizinho e até mesmo de monstros de lava, e essas pequenas historias vão aparecendo em estilo HQ o que dá uma bela impressão do game.

Um fator negativo do game é que durante o jogador não tem tempo de apreciar essas historias, pois o jogo requer muita concentração, apenas durante as pausas, cada fase tem um determinado numero que variam entre 2-3 vezes, e o jogador pode saber se está indo bem ou não.

A cada zeramento libera novas dificuldades e novos personagens.

Gameplay: 9,0
Gráficos: 8,0
Sons: 10,0
Jogabilidade: 10,0
Enredo: 8,0
Total: 9,0

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.